Trendforecaster

Detetives de lifestyle, observadores de mudanças comportamentais e analistas das novas formas de pensar - que inicialmente contrastam com a maioria da população.

Usamos técnicas sociológicas, psicológicas, etnográficas mas principalmente treinamos o instinto e o olhar perceptivo. Armazenamos e traçamos linhas de comportamento humano durante as últimas décadas ou até mesmo séculos.

Diagnosticamos a curto, médio e longo prazo os impactos das novas tendências no desenvolvimento da humanidade, refletindo essas análises na ciência, tecnologia, moda, design, arquitetura e artes. 

Mega Trends

São o futuro provável, mudanças grandes que se desenvolvem lentamente e são de grande impacto, desencadeiam diversas tendências menores por baixo do grande conceito que elas oferecem.

Se baseiam em dados de desenvolvimento social, envelhecimento da população e excessos cometidos por grandes corporações. Apesar de mais solidas, as Mega Trends, podem desaparecer com uma grande mudança mundial, seja natural como um tsunami ou humana como uma mudança comportamental.

Micro/Macro Trends

As Micro tendências normalmente duram de 3 a 5 anos. São exemplos mais abundantes, mudanças no hábito de compras, preocupações com problemas ecológicos entre outros.

As Macro tendências podem variar de 5 a 10 anos. Como o Facebook, que começa como algo seleto e se torna global, afetando uma grande parcela da sociedade. Outros exemplos de uma Macro tendência são formas como as pessoas investem, desejam viver e consomem produtos.

FADs ou Manias

Mania é algo que rapidamente ganha popularidade e pode acabar tão rápido quanto começou. Roupas, comida, exercícios, cortes de cabelo, bordões de linguagem são áreas que dão espaço para FADs. Todos estão comendo quinoa, usando spinners ou copiando o corte de cabelo do jogador X .

Apesar de parecerem inferiores às grandes tendências, não são movimentos que devemos descartar, eles refletem algo maior, cada vez mais rápidas e alavancadas pelas mídias sociais. Muitas vezes podem se transformar em micro, macro ou mega tendências. Como o skate que foi de mania à esporte, atravessando décadas e representando um importante grupo comportamental.


GERAÇÕES / GENERATIONS

Diversos estudiosos variam as datas que definem as gerações. Essa é a minha análise e separação, baseada em pesquisas, entrevistas e junção de semelhanças comportamentais de cada era.

Abaixo você confere um resumo para a sua rápida compreensão. As descrições priorizam o Brasil, levando em conta os fatos que mudaram o comportamento mundial, como o atentado às torres gêmeas, que teve grande impacto nos EUA mas deixou o mundo em estado de choque. 

Gen.Z

nasc.2001 a 2017

Predominantemente filhos da geração X e dos primeiros Millenials, os Gen-Z começam a entrar na idade adulta, no mercado de trabalho e muito se pergunta sobre eles.

Apesar de não terem presenciado grandes tragédias como as gerações anteriores, nasceram em um mundo descartável, vaidoso, competitivo e cheio de incoerências. Munidos da necessidade de estarem conectados, sofrem com o resto do mundo o medo da perda de informações, que podem acontecer a qualquer momento nas redes sociais.

Sabemos que os Gen-Z são avessos a riscos, menos preconceituosos (sexualidade, bigamia, aborto...), diretos ao dizerem o que pensam e inseguros ao se tratar da auto compreensão. Apesar das precoces análises que baixam nossas expectativas, existem esperanças de colhermos bons frutos dessa geração pluralista.

OUTROS NOMES:  iGeneration, Digital Natives, Plurals, post-millenials

Millenials Y

nasc.1982 a 2000

Filhos das duas gerações Baby Boomers / Gen-X, normalmente com irmãos (Millenials ou Gen-x), foram pivôs de discussões entre a forma de criação de pais X e BB, nasceram durante o súbito crescimento dos divórcios e na consagração da filosofia individualista. Cresceram com a alta expectativa da virada do milênio e foram muito estimulados tecnologicamente -  bombardeados por propagandas, TV, internet e novos devices.

Foi a primeira geração a ter voz e conquistar espaço logo na infância, "Esqueceram de Mim" e diversos outros programas mostravam que essas crianças tinham opiniões válidas. Os millenials cresceram com investimentos e promessas que "garantiriam" uma vida promissora, como fazer uma boa faculdade resultaria em um bom emprego, com o contraponto da ideologia de fazer o que gosta.

Vistos como uma chave tecnológica para empresas, os millenials conseguiram empregos, mas baixos salários e uma inabilidade de se estabilizar a empregos que não ofereciam benefícios ou possibilidade de crescimento. Movimento complicado que forçou chefes a adotarem novos horários, dinâmicas para segurar essa geração "inquieta".

OUTROS NOMES: Generation ME, MEMEMEs, Generation 9/11, Net Gen., Peter Pan Generation.

Gen.X

nasc. 1965 a 1981

Foi uma geração que cresceu com foco na vida adulta, em um mundo sem tempo para crianças, pais trabalhando, muitos primos e uma proposta de "cada um cuide de si". Aprenderam a lidar com a solidão e com a espera (revelar foto, esperar a música na rádio, assistir o programa de TV), desenvolveram profundas analises internas e do mundo.

Viram inúmeros avanços tecnológicos e sociais, desenvolvendo a capacidade de adaptação (altos índices de especializações e pós-graduações). Experimentaram cenários alternativos, drogas, aborto e outros contrastes ao mundo tradicionalmente imposto, mas como um interruptor LIGA/DESLIGA adotaram uma postura madura e lutaram pela estabilidade entre a vida e o trabalho.

Como é uma geração mais discreta, ficando entre duas gigantes como os Baby Boomers e os Millenials, é a menos falada, mas foi responsável pelo cinema indie, o grunge e outros movimentos culturais.

OUTROS NOMES: MTV generation, Middle Child.

BabyBoomers

nasc. 1945 a 1964

Nascidos no fim da II Guerra mundial, viram um mundo carente de inspiração e sedento pela reconstrução. Cresceram sem individualidade em grandes famílias, aprendendo a dividir tudo com os irmãos, estimulados desde cedo a concorrência.

Geração batalhadora que aprendeu ofícios desde cedo, ajudar na casa e no negócio da família. Tiveram uma curta adolescência, fase preparatória para a independência, com foco em trabalho e constituição de família.

São munidos de um conceito conservador/liberal, buscando inovações, porém conservadores com a estrutura de base. Uma geração que presenciou a guerra fria e precisava tomar um lado das questões, fazer parte de um grupo, ser fiel e merecedor desse lugar.

Dialogam muito bem através do texto, leem bastante e viram o nascimento da TV. Trabalharam duro, inclusive abdicando dos próprios interesses para preservar patrimônio familiar que resultaria em segurança financeira, crescimento de carreira e aposentadoria.

Silent Gen.

nasc. 1920 a 1944

Nasceram envoltos de grandes depressões governamentais e de muita insegurança política. É uma geração dura, que aprendeu a fazer o melhor possível com muito pouco, geraram famílias numerosas e mantiveram patrimônio através de trabalho, herança e cautelosa administração de bens.

São considerados "silenciosos" porque foram mais focados no trabalho do que ao ativismo, mas como um grande contraponto ao termo, tivemos diversos protagonistas que se tornaram importantes ativistas da história, 14h Dalai Lama, Martin Luther King, Che Guevara, Fidel Castro, entre outros.

Tinham baixa expectativa de vida, por doenças, guerras e outros males do início do século.  Lutaram por uma aposentadoria precoce, garantindo segurança aos filhos Baby Boomers mas não cedendo totalmente o controle.

OUTROS NOMES: Maturistas

Greatest Gen.

nasc. 1900 a 1919

Atingiram a maioridade no período entre as guerras, ensinados desde cedo que o futuro seria difícil. Mas apesar disso tinham expectativas maiores que a geração anterior, viram o surgimento do rádio, telefone, carro nas ruas e a urbanização das cidades. Essa geração também presenciou o cinema e os anos de ouro de Hollywood, gerando diversas inspirações advindas do cinema.

Essa geração nos presenteou com diversos protagonistas grandiosos como Wall Disney, as atrizes Vivian Leigh e Joan Crawford e nos deu músicos maravilhosos como Nat King Cole, Billie Holliday e Frank Sinatra.

OUTROS NOMES: WWI Generation, G.I. Generation

Lost Gen.

nasc. 1883 a 1900

A sofrida geração perdida chegou aos 18 anos em tempos tempestuosos, durante a Grande Guerra, a sociedade e as cidades ainda precárias e a medicina sem grandes avanços. Assolados de escassez, sofreram perdas de entes queridos, compreendiam que poderiam morrer cedo por doenças e sofriam com a falta de acessibilidade - um amigo que deixasse o lar poderia não mais voltar.

Mas foi uma geração que rendeu importantes personagens da história, poetas e escritores como Ernest Hemingway e Scott Fitzgerald, o gangster Al. Capone e os cineastas Charlie Chaplin e Alfred Hitchcock.

OUTROS NOMES: Geração perdida